Destinos

Cascatas do Gerês - as jóias do Parque Nacional

Consideradas como sendo maravilhosos fenómenos naturais, as cascatas do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG) são fortes atrações turísticas para os seus visitantes. Por entre poços, lagoas, escorregas naturais e cascatas, os visitantes do PNPG destacam a beleza natural e não adulterada pelo Homem, como sendo o ponto forte do parque, com tão belas paisagens.

As cascatas mais procuradas

A zona Norte de Portugal conta com a icónica presença do Parque Nacional da Peneda-Gerês, uma das maiores atrações naturais do país e foi considerado, pela UNESCO, como Reserva Mundial da Biosfera. Em 2009, foi também eleito uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal, inserido na categoria de Zonas Protegidas. Todos os anos, muitos turistas visitam o parque para conhecer a beleza inata deste local e apreciar a vida selvagem que o envolve. A fauna e a flora do PNPG são características da zona, o que torna a magia deste lugar no seu ponto forte. Desde paisagens idílicas a perder de vista, avistar animais selvagens como os garranos ou poder pernoitar em parques de campismo inseridos no Parque Nacional, são alguns dos principais motivos que atraem os turistas.

Desde os mais aventureiros de espírito, até àqueles que procuram encontrar um sítio onde possam descansar e absorver o melhor que a natureza tem para nos dar, o Gerês tem vindo a crescer a nível turístico em Portugal. Sendo que, principalmente nesta época de pandemia que o país tem vindo a atravessar, o interior do país e as zonas rurais têm vindo a crescer exponencialmente, no que se refere à procura de férias. Portugueses, espanhóis, ingleses, franceses... seja qual for a nacionalidade, a certeza é uma só: a paixão pelo Parque Nacional Peneda-Gerês tem vindo a crescer, de ano para ano.

Na altura do Verão, o Gerês torna-se "viral" por ser detentor das mais belas cascatas e lagoas, onde os visitantes se podem refrescar e tirar muitas fotografias para mais tarde recordar ou partilhar de um modo instantâneo (desde que se consiga apanhar rede móvel!), graças ao fantástico poder das redes sociais hoje em dia. Desta forma, reunimos neste artigo, algumas das cascatas mais conhecidas e visitadas, anualmente, no Parque Nacional da Peneda-Gerês.

1.  Fecha de Barjas (conhecida como Cascata Tahiti)

Formada por quedas de água sucessivas que terminam num poço de água cristalina, a famosa Cascata do Tahiti tem vindo a ganhar fama e muitos admiradores em Portugal e arredores. Contudo, não se deve descurar os cuidados que são necessários a ter para lá chegar em segurança. Situa-se em Vilar de Veiga e o caminho para lá chegar é dos mais perigosos de todos os conhecidos, pois o Parque Nacional mantém-se inalterado pelo Homem, de modo a manter a sua beleza única.

Coordenadas de localização GPS: 41°42'12.9"N 8°06'34.3"W

2.  Cascata da Portela do Homem

Conhecida também como a Cascata de S. Miguel ou a Cascata do Rio Homem, esta pérola está localizada a 12km da vila do Gerês, junto à fronteira com Espanha. Chegar até à localização desta cascata é muito simples, pois situa-se a 50 metros da estrada principal e o caminho que nos conduz até lá atravessa a Mata da Albergaria, o bosque emblemático do PNPG. Esta maravilha natural está cercada por rochas graníticas, características do Gerês, o que cria uma piscina natural cristalina, que cria o ambiente ideal para tirar fotografias lindíssimas e, claro está, dar um mergulho para nos refrescarmos durante os meses de verão!

Coordenadas de localização GPS: 41°48’14.8″N 8°07’41.7″W

Fonte: https://turismo.cm-terrasdebouro.pt/listings/cascata-da-portela-do-homem/

3.  Cascata do Poço Azul

A célebre Cascata do Poço Azul encontra-se nas redondezas da pequena localidade de Ermida, sendo que o percurso que nos leva até lá inicia após a Ponte do Arado e só é possível lá chegar fazendo o caminho a pé. É de salientar que não é preciso ser nenhum perito em trilhos. Mesmo assim, recomenda-se que os turistas tenham alguma preparação física para aguentar os caminhos que nos conduzem até esta lagoa de tirar o fôlego. Este é um dos segredos mais bem guardados do Parque Nacional da Peneda-Gerês e, embora tenha a localização de acesso mais remoto, é justo admitir que merece todo o esforço feito para alcançar este sítio tão adorado por todos aqueles que o visitam. Vale ou não a pena fazer vários quilómetros (aproximadamente 11km em trilho) para encontrar algo tão maravilhoso?

Coordenadas de localização GPS: 41°44’03.8″N 8°06’27.5″W

Fonte: https://www.maravilhasdogeres.pt/geres-coordenadas-poco-azul-rio-conho/

4.  Cascata do Arado

A Cascata do Arado fica perto da aldeia de Ermida, na freguesia de Vilar de Veiga, em Terras de Bouro e é uma das mais procuradas pelos turistas para aproveitar as águas límpidas das lagoas ali geradas. Situa-se a 900 metros de altura e é considerada como uma das cascatas mais fotogénicas do Parque Nacional. É composta por uma sucessão de quedas de água que terminam em fantásticas piscinas naturais. Sendo parte integrante do Rio Arado, esta cascata é caracterizada por fazer parte dum curso de água de alta montanha, a cerca de 30 minutos de carro do Gerês.

Coordenadas de localização GPS: 41°43'25.6"N 8°07'47.1"W

5.  Cascata da Lagoa do Poço Negro

Considerada como ponto de passagem obrigatória, a lagoa do Poço Negro é um marco de grande relevância para todos aqueles que visitam a serra e a vila do Soajo. Chegar até esta lagoa é algo realmente simples mas deve-se fazer referência aos cuidados necessários a ter durante o trilho. Trata-se de um percurso rochoso com tendência a tornar-se escorregadio devido à passagem de água entre as rochas. Foi esta a cascata destacada como uma das mais bonitas do Soajo, graças à sua água límpida e excelente para mergulhos. Se procura um local tranquilo e agradável para aproveitar o seu verão, de Julho a Setembro será a altura em que a água do rio estará mais quente devido ao aumento da temperatura nesta localização.

Coordenadas de localização GPS: 41°52'41.8"N 8°15'24.2"W

Fonte: http://pnpgeres.pt/2019/12/20/poco-negro/

Onde ficar alojado?

Conseguir explorar todos os recantos deste parque tão atrativo não é tarefa simples... de facto, um fim de semana pode ainda ser pouco para se conhecer todas as pérolas escondidas do PNPG! Assim sendo, é desta forma que a procura por alojamentos na zona circundante do Gerês tem vindo a aumentar. A oferta é bastante variada, dando a possibilidade aos turistas de ficar dentro do Parque Nacional ou então em vilas ou aldeias circundantes. Deixo aqui algumas sugestões de hotéis e alojamentos locais que podem ser de interesse, no que toca a localização e à oferta de serviços.

Pousada Gerês - Caniçada

Localizada próxima do Parque Nacional Peneda-Gerês, a Pousada situa-se num belo chalet de montanha, bem no alto da serra. Um verdadeiro miradouro para a barragem da Caniçada, em pleno Rio Cávado.

Ver Preços

Tempus Hotel & Spa

O Tempus Hotel & Spa encontra-se numa colina, nos arredores da vila de Ponte da Barca, a cerca de 2,5km do Rio Lima. Ideal para aqueles que optam por uma estadia tranquila e em constante contacto com a natureza.

Ver Preços

Inlima Hotel & Spa

Situado no centro de Ponte de Lima, o Inlima Hotel & Spa é o alojamento ideal para relaxar e conhecer mais da gastronomia da localidade. Seja para fazer umas férias em família, para relaxar ou para fazer negócios, é sempre uma ótima ideia.

Ver Preços

Parque Nacional da Peneda-Gerês

Turismo CM Terras de Bouro

Author image

Sobre Filipa Zarro

26. Matosinhos. Uma apaixonada pela vida, por viajar e por conhecer o mundo e todas as suas maravilhas, ancestrais e modernas. Ajudo pessoas a comunicar em público e a controlarem as suas emoções.
  • Matosinhos

Reserve aqui o seu alojamento

Na iCliGo, estamos sempre à procura dos melhores alojamentos aos preços mais baixos e aproveitamos os descontos das principais centrais de reservas do mundo.